Bem-Vindo

Apresentação

Este site tem o objetivo de fornecer informações didáticas a respeito de tumores cerebrais e epilepsia, assim como suas opções de tratamento, com especial destaque para os procedimentos cirúrgicos, especialidade de seu idealizador. Desta forma, não visa receitar qualquer conduta médica, mas sim proporcionar conhecimento para que os visitantes tenham mais autonomia na escolha da terapia que lhes proporcione mais qualidade de vida.

Notícias

Infecções neonatais, de maior incidência em países subdesenvolvidos, estão entre os fatores críticos para o desenvolvimento da doença

Cerca de 18 em cada 100 mil pessoas apresenta algum quadro de epilepsia no mundo, sendo que em 75% dos casos ela se apresenta antes dos 18 anos. Caracterizada por uma manifestação crônica de origem variada, composta de crises repetidas geradas a partir de carga excessiva dos neurônios cerebrais, a epilepsia ainda gera dúvidas em relação as suas causas e tipos, especialmente em sua fase comumente mais crítica: a infância e adolescência.

Entre as causas para a descoberta da epilepsia na infância estão problemas relacionados com o cérebro antes do nascimento, a  exemplo da falta de oxigênio durante ou após o parto, traumatismos cranianos, convulsão com febre prolongada, tumores, causas genéticas e infecções. A meningite também pode ser um fator desencadeante da epilepsia.