Diário da Saúde: médico fala sobre cirurgia com paciente acordado

EBC
06/03/2014

Neurocirurgião diz que este procedimento que parece assustador já é feito há 10 anos

Segundo o médico neurocirurgião, referência em Epilepsia e Tumor Cerebral, Luiz Daniel Cetl, o paciente entra no centro cirúrgico normalmente, é anestesiado, mas no meio da operação, quando o médico precisa conferir problemas com a fala por exemplo, o paciente é acordado, para que ele fale. Depois, o paciente é sedado novamente e se termina a cirurgia. Confira entrevista com Fátima Santos no Diário da Saúde do programa Cotidiano: http://bit.ly/1i5HVtX